Para quem quer comentar, falar, desabafar e até criticar... sobre o que se passa no mercado de electrodomésticos português. Aceitam-se todos os comentários desde que sejam construtivos e profissionais. Sem rodeios mas com respeito
09 de Maio de 2016

Nas acões de comemoração dos 10 anos da Revismarket temos pesquisado e publicado notícias antigas que têm saído em newsletter. Na sequência destas publicações, tenho recebido alguns contactos de pessoas que já não via há algum tempo e a semana passada, recebi um mail que muito me agradou e que gostaria de partilhar convosco.

Trata-se de um contacto com uma pessoa que saiu do sector há 10 anos e por quem ainda hoje me perguntam se tenho notícias.

Aqui fica a mail  que recebi depois de publicar esta notícia,

"Olá Cidália
É incrível como o tempo passa depressa! E fiquei deveras surpreendido ao ler hoje (tal como faço sempre) a sua Newsletter.
Sinceramente não tinha a noção de já serem tantos anos, como diz Paulo de Carvalho "Dez anos é muito tempo".
É muito tempo, mas passou depressa e consegui descobrir que existe mais vida para além da carreira numa multinacional, com todos as suas virtudes e pecados.
Continuo a guardar alguns bons amigos desse tempo e vou-me mantendo informado do mercado com a leitura regular das suas Newsletters. (...)Felizmente está tudo bem, tenho feito muitas coisas ao longo deste tempo, tenho-me dividido nos últimos anos entre Portugal e Brasil, agora mais por cá do que por lá, a saúde não me tem deixado mal, os netos chegaram, resumindo não me posso queixar. (...)
Aproveito para lhe apresentar a si e a toda a sua equipa os meus Parabéns pelo vosso esforço e dedicação ao longo desta longa jornada percorrida e desejar as maiores Felicidades para muitos e muitos mais anos que hão-de vir.

António Lança"

Partilho-o com o consentimento do António Lança pois sei que quem o conheceu bem guarda boas recordações e vai gostar de saber notícias deste profissional que deixou a sua marca no setor português.

Sei que parece saudosismo mas acreditem que não é, de todo, é apenas respeito e vontade de partilhar com quem as aprecia, as boas surpresas que a vida por vezes nos traz. Isto porque acredito que as empresas são feitas por pessoas e que são elas que deixam a sua marca e, mesmo quando vão embora, é bom recordar que passaram por cá e saber que estão bem

Esta é a minha crença e espero que tenham gostado!

Cidália Ribeiro

 

publicado por palavraselectricas às 17:37
30 de Agosto de 2012

Todos os comentários dos nossos leitores são bem vindos. Se tem algo para nos contar ou quer publicar algum "desabafo" poderá fazê-lo em comentário aos posts do Blog que foi criado específicamente para este efeito: dar vóz aos leitores da revismarket.

Bom trabalho a todos

publicado por palavraselectricas às 12:10
09 de Dezembro de 2011

olá a todos

Hoje escrevo em meu nome, não como responsável pela Rm mas sim como uma simples consumidora. Numa época em que tanto se fala da experiência positiva na compra, vivenciei na primeira pessoa, sentimentos de tal frustração que resolvi utilizar este blog para os partilhar com todos os que se esforçam diáriamente para agradar aos seus clientes.

Este episódio aconteceu-me na passada 4ª feira dia 7 de Dezembro. Desloquei-me ao hospital da CUF descobertas devido a uma dôr lombalgica e, de regresso a casa, ouvi o anuncio na rádio e passei por uma loja pertencente a um grupo de lojas não alimentar ( não, não são especialistas electro) que se encontra muito próxima do hospital.

Lembrei-me que em meados de Novembro recebi um folheto via mail desta insígnia e tinha visto um jogo para criança que tentei adquirir via internet ( realmente evito deslocar-me ás lojas quando posso adquirir via internet á insígnia directamente) mas deparei-me com uma situação insólita: o jogo custava 18 euros e os portes custavam 25 euros... claro que desisti de comprar por esta via.

Quando vi a loja, resolvi ir lá comprar o tal jogo. Boa notícia, numa avenida movimentada tinham parque de estacionamento próprio!

Lá entrei, subi a rampa, estacionei o carro e procurei a entrada.... Encontro uma porta de vidro (partida) identificada com o nome da loja  e fechada... entrei noutra porta de escritorios e informaram-me que a entrada era "por baixo", porque nunca tinham aberto esta entrada apesar de ter uma escada. Isto equivalia a descer uns metros largos numa rampa de passagem de carros. Com uma dor lombálgica, a ideia foi logo de desistir mas concentrei-me na vontade de oferecer o jogo á minha filha e lá fui... Chego á loja, vazia, sem ninguém ( mas absolutamente ninguém) na linha de caixas e 2 ou 3 clientes a passear ( não tinham nada nas mãos). Dentro da loja, triste ( apesar das canções de natal que destoavam completamente do ambiente) e pouco atractiva procurei um cestinho com rodas mas não havia nem um único ... então, para evitar carregar com pesos, lá fui buscar um carrinho de compras.. e comecei a busca pelo jogo.

Quando finalmente encontrei um colaborador ( com uma palete a impedir a circulação nesse corredor) lá me informou que o jogo tinha "esgotado logo" e já não havia. Bom... paciência...mas já que ali estava, decidi ver se havia algo mais que me interessasse... encontrei produtos mal expostos, muitos, mal marcados ( sem o preço visível), colabobradores pouco simpáticos a repôr o produto e a impedir a passagem do carro ( 3 vezes) enfim no meio de tudo isto a minha vontade de comprar seja o que fôr esfumou-se... Mesmo assim comprei um utensílio para a cozinha que precisava e como não tinha preço, ainda esperei que viessem informar o valor e lá fui subir a rampa de novo para chegar ao carro com uma única certeza: aqui não voltaria nunca mais!

 

Esta loja faz parte de um grupo com uma boa dinâmica de comunicação e com uma imagem conhecida do público em geral. Faz publicidade, faz promoções interessantes e depois a experiência de loja é esta... Obviamamente que não vou dizer qual o nome da insígnia mas está na nossa base de dados pelo que espero sinceramente que os seus responsáveis leiam este testemunho para que possam melhorar a imagem junto dos consumidores porque se todos têm esta experiência, não durarão muito no mercado.

Espero que sirva também para outros que teimam em não olhar para o seu negócio numa óptica de consumidor e depois se queixam que os clientes não entram... e quando entram... não voltam.

Cidália Ribeiro

publicado por palavraselectricas às 16:44
31 de Maio de 2011

Margens esmagadas, competitividade cada vez maior, tráfego de clientes e facturação das lojas a baixar... O consumidor com receio do futuro, com maior atenção e até a protelar as suas compras. Por outro lado, cada vez mais exigente e esclarecido, menos tolerante e exigente de maior especialização e rapidez de resposta. Este é o cenário do comércio especialista, que está apreensivo e questiona-se sobre o futuro do negócio.

As premissas tradicionais do negócio Electro mudaram e, na azáfama do dia a dia, terão os profissionais disponibilidade para analisar os novos paradigmas do negócio?

Estarão preparados para as alterações de consumo e das novas expectativas dos consumidores?

E já se consciencializaram das novas oportunidades emergentes e dos novos serviços que podem impulsionar o negócio?

Acreditamos que esta é uma altura crucial para o comércio especialista em Portugal e é fundamental que os profissionais do sector se reúnam para, em conjunto, reflectir, trocar experiências e analisar o negócio Electro. A Rm-Revismarket, como meio de comunicação especializado do sector, gostaria de realizar o Encontro Rm-Electro 2011, um dia de trabalho em que os profissionais do comércio electro “abandonam” o seu negócio para trabalhar, em conjunto com alguns especialistas, equacionar as dificuldades e oportunidades para repensar o seu negócio, longe de todas as distracções diárias. A ideia é que esta acção seja mais do que um simples encontro de partilha de experiências, a iniciativa pretende ser uma jornada de trabalho onde se põem em causa os processos habituais com o objectivo de analisar novas soluções para o negócio Electro.

Para analisar a viabilidade desta acção, gostaríamos de perceber o interesse do mercado pela iniciativa e receber as vossas opiniões e sugestões para decidirmos se avançamos ou não com esta jornada de trabalho.

Se acha que seria interessante realizar esta iniciativa, envie-nos a sua opinião e sugestões de temas de interesse para comercial@revismarket.com. Só com um feedback do mercado poderemos perceber se devemos ou não avançar com esta iniciativa.

Agradecemos a habitual colaboração

publicado por palavraselectricas às 15:42
21 de Fevereiro de 2011

Deixe aqui a sua opinião: concorda ou discorda desta teoria e porquê?

Em comunicado, a CCP revela que, desde 2005, perderam-se mais de 50 mil empregos e que a população empregada no comércio, no último trimestre do ano, não ultrapassou as 713 mil pessoas. No mesmo período de 2009, o sector do comércio abrangia 754 mil pessoas. “Estes dados coincidem com o período em que se assistiu à liberalização das aberturas de estabelecimentos comerciais, o que significa que a expansão e concentração da distribuição, principalmente no sector alimentar, teve um impacto claramente negativo sobre o nível de emprego no sector”, refere a CCP em comunicado. “Ao contrário do que alguns vêm afirmando sobre o contributo positivo destes grupos e da política de liberalização que tem vindo a ser seguida, a verdade é que nunca o sector teve um desempenho tão negativo ao nível do emprego”, continua.

Para a confederação, a dimensão da perda de emprego verificada revela, não só o impacto negativo do excesso de concentração nas PME’s do sector do comércio, mas igualmente que os grandes grupos não estão a criar emprego
publicado por palavraselectricas às 14:48
05 de Janeiro de 2011

Quais foram as 5 notícias que mais o marcaram em 2010?

Gostaríamos de perceber quais as notícias que mais marcaram o mercado. Independentemente do seu cargo ou área de negócio, colabore e participe na recolha de opinião respondendo a esta pergunta no até dia 15 de Janeiro.

publicado por palavraselectricas às 16:39
09 de Dezembro de 2010

Para assinalar o seu terceiro aniversário, a Media Markt de Alfragide promoveu esta terça-feira, dia 7 de Dezembro, três horas sem IVA. A partir das 23h59 e até às 3 horas, os clientes puderam comprar qualquer artigo e ter o valor correspondente ao IVA devolvido em cartão Media Markt.

Porque uma "imagem vale mais que mil palavras", veja em http://www.youtube.com/watch?v=sGkv0wBuKzk&feature=youtube_gdata_player

 

Qual a sua opinião sobre a iniciativa?

publicado por palavraselectricas às 15:34
19 de Novembro de 2010

Ao comentar explique as razões que o levam a esta conclusão.

publicado por palavraselectricas às 17:32
12 de Novembro de 2010

O pós-venda é cada vez mais importante para a imagem da marca junto do consumidor final. No entanto, muitas lojas queixam-se que é uma área que está “cada vez mais descurada” e os postos de assistência técnica lamentam a dificuldade em manter um serviço de qualidade por “falta de apoio das marcas”.

 

Afinal, para onde caminha a assistência técnica? É um investimento ou um custo adicional? Quais os prejuízos para as lojas? E para as marcas?

 

Este é o tema do primeiro jantar-debate Rm, que tem como objectivo a partilha de preocupações e experiências transversais a todo o sector e enriquecer a estratégia pessoal de cada participante. Convidámos um painel de intervenientes ligados à produção, distribuição e serviços técnicos, que irão debater este tema entre si e “abrimos” o debate a todos os que querem estar presentes. A sessão decorrerá no restaurante “uai”, em Lisboa, pelas 19h30, no dia 25 de Novembro.

 

Coloque aqui os seus comentários sobre questões que queira ver debatidas neste primeiro jantar-debate.

publicado por palavraselectricas às 10:39
11 de Novembro de 2010

O Blog “Palavras Eléctricas” foi criado para incentivar a expressão livre da opinião , o debate crítico da actualidade, a troca de ideias e a assunção pública de posições de uma forma livre e civicamente madura.

Palavras Eléctricas é um espaço público e como tal a sua utilização exige de cada utilizador a observância de normas de boa conduta para com os restantes, bem como a aceitação integral das Regras de Uso definidas pela Direcção.

Reservamo-nos o direito de publicar, ou não, os comentários recebidos seleccionando-os segundo os seus critérios de importância, actualidade/oportunidade, interesse e qualidade.

Sendo este um blog para profissionais apenas são publicados comentários assinados de forma clara.

A identificação dos autores dos comentários deve ser a regra e a sua não identificação uma excepção no entanto consideramos a possibilidade de camuflar a identidade do autor de um comentário como um direito do utilizador e uma necessidade para garantir a livre expressão de todas as opiniões em casos sensíveis. Assim os autores dos comentários podem utilizar pseudónimos, caso prefiram não assumir a sua verdadeira identidade. Sempre que essa necessidade não exista, aconselhamos a assinar os comentários com a verdadeira identidade.

Os comentários apenas são publicados após a aprovação. Essa avaliação e aprovação podem demorar mais ou menos tempo conforme a disponibilidade e este processo não é acelerado (pelo contrário) pela repetição do envio.

O blog Palavras Eléctricas apenas analisa comentários nos Dias úteis das 10h às 17h. Os comentários enviados fora deste horário ficam registados e serão analisados dentro do horário referido.

Os comentários de terceiros não reflectem a opinião do Blog Palavras Eléctricas que não se responsabiliza pela exactidão e credibilidade dos conteúdos nem por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.

Equipa Editorial

publicado por palavraselectricas às 14:30

Critérios de ordem geral

- Os comentários apenas são publicados após uma aprovação da equipa editorial das Palavras Eléctricas. Essa avaliação e aprovação podem demorar mais ou menos tempo conforme a disponibilidade da equipa editorial. Este processo não é acelerado (pelo contrário) pela repetição do envio.

- Palavras Eléctricas reserva-se o direito de editar os comentários recebidos, respeitando escrupulosamente o seu conteúdo.

- A equipa editorial reserva-se o direito de publicar ou não os comentários recebidos seleccionando-os segundo os seus critérios de importância, actualidade/oportunidade, interesse e qualidade.

- Os comentários devem ser escritos numa linguagem clara e concisa. Prefira frases curtas e exponha o seu pensamento da forma mais clara possível. (Uma grande parte dos comentários são recusados por o seu sentido ser incompreensível ou ambíguo).

- Não são publicados comentários que contenham acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira, incitações ao ódio ou à violência ou que preconizem violações dos direitos humanos. Em certos casos excepcionais pode ser decidido cortar a expressão problemática (nunca essencial para o pensamento) e publicar o comentário assim editado.

- Não são publicados comentários escritos em maiúsculas nem é permitida a utilização de maiúsculas para destacar nomes ou outros elementos de um texto.

- Não são publicados comentários que contenham links para quaisquer outros sites.

- Não são publicados comentários de conteúdo comercial/publicitário (Compre Bicicletas ZZZ) ou partidário/propagandístico (Vota Partido XXX!).

- Não são admitidos comentários com mais de 1000 caracteres nem divididos em várias partes

 

- Os comentários devem ser assinados de forma clara. O Blog disponibiliza a funcionalidade de comentário das notícias para incentivar a expressão livre da opinião dos cidadãos, o debate crítico da actualidade, a troca de ideias e a assunção pública de posições de uma forma livre e civicamente madura. A identificação dos autores dos comentários deve ser a regra e a sua não identificação uma excepção.

- Os autores dos comentários podem utilizar pseudónimos, caso prefiram não assumir a sua verdadeira identidade. Nesse caso, a Rm sugere que cada leitor use sempre o mesmo pseudónimo, de forma a criar uma “persona” passível de ser identificada e reconhecida pelos restantes leitores nas suas intervenções futuras. As Palavras Eléctricas consideram a possibilidade de camuflar a identidade do autor de um comentário como um direito dos leitores e uma necessidade para garantir a livre expressão de todas as opiniões em casos sensíveis. Sempre que essa necessidade não exista, aconselha-se assinar os comentários com a verdadeira identidade.

- Sempre que a equipa editorial considerar que a assinatura de um comentário não é suficientemente explícita, reserva-se o direito de a transformar em “Anónimo”.

 

Outras recomendações

- Não use abreviaturas como as usadas nos telemóveis.

- O seu comentário é um texto que se destina a publicação e não uma carta. Não utilize as fórmulas de cortesia usuais nas cartas (“Exmos senhores”, “Atentamente”) nem faça agradecimentos.

- Não repita o envio do seu comentário. Essa prática não permite acelerar o processo de publicação. Pelo contrário, torna até mais lento o processo de leitura e avaliação dos comentários.

 

Outras questões de ordem prática que podem influenciar a publicação ou não de um comentário

- Pode acontecer que não haja disponibilidade de tempo para ler e editar os comentários – uma tarefa lenta e apenas passível de ser executada por um jornalista experiente. Pode acontecer que durante um dia não seja publicada nenhum comentário.

- Ainda que se tenha a preocupação de definir e discutir colectivamente os critérios de selecção e edição dos comentários, estas operações podem ser realizadas por diferentes elementos da sua equipa editorial, podendo assim suceder que sejam utilizados por vezes critérios diferentes na escolha e edição dos comentários.

- Há questões técnicas que influem de forma importante na edição e publicação dos comentários: pode acontecer que uma máquina esteja indisponível ou apenas mais lenta e isso pode bastar para inviabilizar a publicação de um ou mais comentários.

- Há tipos de escrita que exigem maior edição (um trabalho lento) e que podem levar o jornalista a decidir não publicar um comentário, independentemente do seu interesse, por uma questão de falta de tempo: isso acontece para comentários muito mal estruturados e demasiado extensos, por exemplo.

publicado por palavraselectricas às 14:26

1- Comentários incompreensíveis
2- Comentários de conteúdo ambíguo ou irrelevante
3- Comentários contendo acusações de ordem criminal a terceiros
4- Comentários contendo linguagem grosseira
5- Comentários escritos em maiúsculas
6- Comentários mal estruturados, com má pontuação e erros ortográficos, cuja publicação obrigaria a uma reescrita total.
7- Endereços de e-mail não válidos e inforações inexistentes

 

publicado por palavraselectricas às 14:23

A Equipa Editorial das Palavras Eléctricas informa que:

  1. Os comentários publicados não reflectem a opinião do blog que não se responsabiliza pela exactidão e credibilidade dos conteúdos nem por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros.

  2. Não se responsabiliza pelos danos, morais, monetários ou outros, derivados da utilização abusiva do username e password que são escolhidos no momento do registo por cada utilizador. É recomendado a todos os utilizadores que não partilhem o seu username e password com terceiros.

  3. Não se responsabiliza pelos comentários inseridos cujo conteúdo são da única e exclusiva responsabilidade, civil e penal, de quem os inseriu, independentemente de ter sido o próprio utilizador ou não a fazê-lo.

  4. Os comentários feitos não serão removidos por solicitação de terceiros.

  5. Reserva-se o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser interpretada como contrária às normas legais em vigor, aos objectivos e regras de uso do site, estando os utilizadores obrigados a aceitar essa decisão;

  6. Não se responsabiliza, perante os utilizadores ou quaisquer terceiros, por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço.

  7. Efectua o registo dos dados dos utilizadores que fazem os comentários, nomeadamente o seu endereço IP, salvaguardando-os com o objectivo de os apresentar às autoridades judiciais em caso de violação da legislação em vigor.

  8. Reserva-se o direito de modificar as regras acima a qualquer momento e sem aviso prévio.

  9. Os utilizadores que violem as regras de utilização acima referidas, ou que de algum modo perturbem o bom funcionamento do Blog, poderão ser excluídos.

  10. Qualquer litígio resultante do uso do serviço, de seu conteúdo ou de sua disponibilidade, entendimento ou interpretação destas Regras de Uso será regido única e exclusivamente pela lei Portuguesa, ficando, desde já, eleito o Foro Central da Comarca de Lisboa, com exclusão de qualquer outro por mais privilegiado que seja.

  11. A utilização por parte do utilizador do deste Blog pressupõe a aceitação das Regras de Uso na sua totalidade

publicado por palavraselectricas às 14:21
Maio 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
pesquisar neste blog
 
Arquivos
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010
mais sobre mim
Últim comentários
O PECADO MORTALOriginalmente são sete. Mas talvez ...
Afinal vão passar para Espanha mas mantem-se as lo...
a Mediamarkt vai fechar em Portugal é? mas isso é ...
Olá ! Ouvi dizer que a MM em Pt acabou de fechar a...
e tambem perceber quanto tempo a baixa de consumo ...
Reunir o comércio Electro para debater "o estado d...
Acho que a ideia de um encontro de trabalho para a...
Na minha opinião existe um tema que deveria ser di...
Concordo em 200 %, mas também acho que deveria ser...
Concordo completamente porque quanto mais grandes ...
É normal... Têm objectivos a cumprir até porque a ...
por norma não deixamos publicar comentários sem no...
Pois eu ca acho que por alguma razao esta gente te...
Povo da treta, cambada de tristes
sem comentários...
acho uma tristeza que neste país onde se passa fom...
Acho que esta pior porque as marcas não investem n...
É a moda de comprar nas grandes suprefícies
Esses dados só vêm confirmar o que a gente tem vis...
Manuela, agradecemos coloque primeiro e último nom...
Uns dados para reflectir sobre as chamadas "falsas...
Parabéns por mais esta iniciativa e desejo que sej...
AntónioAgradecemos o comentário mas para que seja ...
Gostaria de estar presente mas nessa data não me é...
Em primeiro louvar a vossa iniciativa.Penso que a ...
blogs SAPO